Como devo me vestir para a entrevista?

        Você selecionou algumas empresas, escritórios de recrutamento e sites para hospedar seu currilum vitae. A partir daí, fica aguardando ansiosamente algum chamado. Independente da experiência que possa ter, você fica ansioso a cada vez que o telefone toca ou aguarda um novo e-mail sendo descarregado. Você logo pensa: "Será algum chamado?" Ter o seu curriculum selecionado, é bastante positivo; no entanto representa apenas a primeira fase do processo. Muitos candidatos com curriculuns bem apresentados e dignos de nota, são desclassificados na entrevista por uma série de fatores. A pessoa responsável por entrevista-lo tem como objetivo principal eleger o candidato ou candidatos adequados. Por enquanto, entenda-se aquela que preencher uma série de requisitos da avaliação global. Simples? Não tanto. Além dos cuidados fundamentais como o vestuário, os profissionais estarão analisando suas experiências, habilidades e conhecimentos para o desempenho da função. Além da sua postura, gestos e expressões. Avaliar o capital intelectual dos candidatos passou a ser uma necessidade. Devemos entender por capital intelectual, como o próprio nome diz, tudo que vem do intelecto: todas as experiências, habilidades e conhecimentos, toda a efetiva capacidade de se relacionar bem com as pessoas, extraído o melhor delas, independente de qual seja o seu nível dentro da hierarquia. Ter alto capital intelectual, é exercer com natural espontaneidade a responsabilidade, a ética, a liderança e a auto-motivação, além de ter e desenvolver constantemente a capacidade de enfrentar desafios e se sobrepor a eles. Agir com humildade e ao mesmo tempo ambição. Certas pessoas tem experiência, formação e conhecimento técnico inquestionável para determinada função e mesmo assim, são preteridas por outros candidatos com menor conhecimento. Como isto é possível? Certas qualificações são insubstituíveis, como a facilidade de se relacionar e trabalhar em equipe por exemplo. Apresentação: As roupas da entrevista, não devem revelar uma pessoa excessivamente vaidosa, nem tampouco uma pessoa desleixada. Apresentar-se "bem vestido demais", pode ser tão prejudicial, quanto não se preocupar com a roupa. O ideal é saber um pouco não apenas sobre o segmento de atuação da empresa, mas também sobre o seu dia a dia. Uma roupa mais a vontade estilo "casual day", pode até ficar bem para uma empresa de comunicação, agência de publicidade ou redação de algum jornal ou revista. O ambiente nestas empresas costuma ser informal (dependendo do cargo, é claro). Já se for uma empresa de consultoria, por exemplo, comparecer para uma entrevista de usando calça jeans ou tênis (em qualquer situação), pode ser um pecado mortal.

MULHERES:

1) Roupas: Os trajes mais indicados sempre são os clássicos vestidos (fechados), tailleurs e terninhos (cuidado nos decotes). São variados tipos de roupas que bem combinados, com cores (preferencialmente claras), padrões e texturas, darão excelente resultado. Quando o assunto é saia, estas não podem ser muito curtas (três dedos acima do joelho no máximo). As cores branco, bege, preto e cinza sempre caem bem. Evite cores e/ou estampas berrantes. Você pode comprometer sua imagem e a entrevista. As mulheres tem o benefício da múltipla combinação. O importante é não abusar. Todo excesso faz mal. Uma calça ou saia, combinada com um blazer e com camisa branca ou de cor clara é infalível.

2) Acessórios: Lenços, bolsas, colares, pulseiras, braceletes, brincos e tudo mais. PARE! Use o bom senso. O seu visual tem que estar acima de tudo em harmonia. Combinando bem as roupas, e acessórios de forma básica, é a garantia para não decepcionar.

3) Maquiagem: Para não dar a impressão que está indo a uma festa,(ou voltando de uma), adote um visual leve e simples, sem nada que não pareça você mesma.

4) Calçados: A dica continua sendo: elegância e objetividade. Um salto muito alto, além de não ser adequado, pode ser até um inimigo na hora da entrevista, podendo causar sustos indesejáveis. Prefira sandálias fechadas, scarpins ou mocassins.

HOMENS:

1) Roupas formais: Os paletós cinzas e pretos, com com "risca de giz" ou não. A cor da camisa deve ser de preferência branca. A gravata, deve ser de cor única, tipo regimental ou com bolinhas (pequenas brancas) Cuidado: nada de gravatas temáticas com Mickey ou Pateta por exemplo. Elas até chamam a atenção, mas negativamente. Dica: por mais formal que seja o cargo, dispense na entrevista o terno (com colete). Atualidade: paletó combinado com camisa e gravata em cores escuras.

2) Roupas informais: Dependendo do tipo de empresa ou cargo (informal), pode ser recomendável usar blazer ou paletó azul, camisa azul (mais escuro do que claro) e calça sarja bege (de pregas). Camisas listradas com gravatas lisas e vice-versa. Evitar: Camisetas, calças jeans, tênis, sapatos mocassim sem meias, pulseiras ou correntes "chamativas". Aspecto Geral: Barba, cabelos e unhas sempre muito bem cuidados.

DICAS FINAIS:

Jamais chegue atrasado. Conheça mais sobre a atuação da empresa e até mesmo sobre seus concorrentes.  Caso perguntem, você estará preparado(a). Jamais tenha na boca goma de mascar. Não fume! (mesmo que o entrevistador ofereça um cigarro). Não fale demais. Procure entrar no ritmo do(a) entrevistador.  Por exemplo:Caso você sofra uma abrupta interferência ao responder a primeira pergunta,   passe a responder rápida e diretamente a partir daí. Isso é entrar no ritmo. - Tenha auto confiança: Controle sua ansiedade. Seja cortês, franco e objetivo nas respostas. Fale francamente sobre suas experiências, habilidades e conhecimentos (Cuidado na forma de falar, não exagere!). Olhe nos olhos de seu interlocutor e procure sorrir (sinceramente)   mantendo o bom humor. (Esteja preparado: um sorriso de volta não está garantido).